Mestre Paulo Pirondi

Nascido em 5 de Julho de 1941, no Rio de Janeiro, Paulo Pirondi, conhecido nos meios do Jiu-jitsu como Paulo Arataba ou Professor Arataba, deve esse apelido ao seu amigo Prof. Moisés Muradi, que assim o chamou por causa da pré-escola que pertencia à sua família. Em 1947 começou a aprender Jiu-jitsu com seu pai, Américo Pirondi, um dos melhores lutadores da época, sem dúvida nenhuma o melhor aluno do Barão de Loanza, que era descendente direto do Conde Koma.

No início de 1954 transferiu-se para Porto Alegre, onde passou a aprender diretamente com o Prof. Loanza. Recebeu a faixa preta em janeiro de 1960, quando começou a ensinar. Embora professor, nunca deixou de estudar e pesquisar. Sempre sonhou ser o maior conhecedor de Jiu-jitsu do mundo. Parece que realizou o seu sonho.

No Rio Grande do Sul, participou de alguns campeonatos, oito, para ser exato, e venceu todos. Na época não havia federações, e as competições eram organizadas por professores isolados ou comerciantes aficionados. Havia, também, os chamados desafios, onde se defrontavam lutadores de artes marciais diferentes, cada um defendendo sua modalidade. Prof. Arataba participou de vários, principalmente em cidades no interior do Rio Grande do Sul, enfrentando lutadores de Boxe, Luta Livre, Judô e do recém chegado Karatê, representado, na ocasião, pelo japonês Shibue Yamada. O Prof. Paulo venceu todos, todos dentro dos primeiros dois minutos, quase todos por nocaute. Shibue pediu revanche, voltando a lutar com o Prof. Arataba quase um ano depois, e novamente foi posto para dormir antes de decorridos os fatídicos dois minutos do início do combate.

Já radicado em São Paulo, Paulo Pirondi ensinou na extinta academia Alpha, que na época era denominada ginásio. Ensinou no clube da Willys Overland do Brasil, a fábrica do Jeep, onde o seu Jiu-jitsu era confundido com Judô. Mais tarde, depois de conhecer e fazer amizade com Octavinho de Almeida e Moisés Muradi, o prof. Paulo fez até cursos de arbitragem e de técnica no Rio de Janeiro, embora sempre fosse contrário a pontuações, proibições e outras regras do Jiu-jitsu.

No dia 7 de Julho de 2001, numa festa para oitenta convidados, realizada na residência de sua irmã Vania Mara, num condomínio na Granja Vianna, o Prof. Paulo Pirondi, após permanecer quarenta anos na faixa preta, foi promovido a Faixa Coral, 7° grau, cercado por seus alunos, parentes e amigos, recebendo a nova faixa das mãos do Exmo. Sr. Presidente da Federação de Jiu-jitsu do Estado de São Paulo, Moisés Muradi.

Paulo Roberto Pirondi
Paulo Roberto PirondiMestre Faixa Coral 8º grau
2008 – Graduado Faixa Coral 8º grau – CBJJE
2001 – Graduado Faixa Coral 7º grau – FESP-JJ
1994 – Graduado Faixa Preta 4º grau – CBJJ
1992 – Graduado ao título Ninja 10º grau JPN
1992 – Bi-Campeão Brasileiro de Ninjas
1991 – Curso de Arbitragem de Jiu-Jitsu RIO
1990 – Seminário de Técnicas de Jiu-Jitsu RIO
1990 – Graduado ao título Ninja 9º grau JPN
1990 – Campeão Brasileiro de Ninjas
1962 – Bi-Campeão de Jiu-Jitsu PAL
1962 – Campeão de Jiu-Jitsu PAL
1962 – Graduado Professor
1962 – Revanche Vale-tudo conta Caratê – Campeão
1961 – Vale-tudo conta Luta Livre – Campeão
1961 – Vale-tudo conta Boxe – Campeão
1961 – Vale-tudo conta Caratê – Campeão
1960 – Graduado Faixa Preta
1959 – Auxiliar do prof. Loanzi
1956 – Começou a treinar com Barão de Loanza – Prof. Loanzi
1947 – Começou a treinar com seu pai
1941 – Nascido em 5 de Julho
2017-02-08T12:46:12+00:00

Deixar Um Comentário