Gyaku-juji-jime

Generalidades – Este estrangulamento sangüíneo é mais adequado para ser usado quando Tori está embaixo de Uke, quando ambos estão em pé, ou com o tronco ereto.

Descrição – Com as mãos cruzadas, as palmas para cima, Tori agarra as golas de Uke bem atrás, com os dedos para dentro e os polegares para fora. Afasta os cotovelos e aperta o pescoço de Uke, como se quisesse esgarçar o kimono atrás da nuca dele.

Se estiver montado sobre Uke, Tori deverá escolher uma das duas técnicas seguintes: ou rola para o lado, trazendo Uke para cima de si, ou inclina-se ao máximo para frente, encostando a cabeça no chão.

Se  estiver mantendo Uke dentro do cadeado, Tori coloca as solas dos pés nas coxas dele, perto dos joelhos e empurra, fazendo-o ficar deitado de bruços. Neste caso, Tori levanta o tronco e estrangula sentado. Outra opção é travar o peito de Uke com o joelho e a tíbia.

Segredo – Fazendo a pegada tradicional, Tori encosta os pulsos (carpos) na região das carótidas e jugulares de Uke. Gira, então, as mãos para dentro, isto é, a direita no sentido horário e a esquerda no anti-horário. Este artifício fará com que o sangue daqueles vasos seja empurrado para baixo, aumentando a eficácia do estrangulamento. Para um efeito máximo, além de torcer as mãos, Tori puxa Uke para si, em direção ao próprio abdome.

APRENDA: Gyaku-juji-jime

Advertência:

A sessão aprenda é aqui apresentada apenas como um meio de facilitar a memorização e o aprendizado do Jiu-jitsu. As técnicas e procedimentos nela contida e descrita são essencialmente letais. O leitor, seu companheiro ou adversário podem ferir-se de modo sério ou fatal se utilizarem qualquer uma delas em treinamento sem acompanhamento de um mestre, professor ou instrutor capacitado. Nesse caso, a Equipe da Academia Arataba de Jiu-Jitsu não se responsabiliza por qualquer evento daí decorrente.

O uso de uma ou mais técnicas contidas nesta sessão é considerado ilegal por leis municipais, estaduais ou federais de diversos países. A Equipe da Academia Arataba de Jiu-Jitsu não faz representação alguma para justificar o uso de qualquer técnica contida nesta sessão ou de sua eficácia em quaisquer circunstâncias.

2017-02-05T10:42:38+00:00

Deixar Um Comentário