Ashi-barai

Generalidades – Talvez seja esta a projeção mais simples do Jiu-jitsu. Simples mas eficiente. É uma espécie de “rasteira” que, se bem executada, leva o adversário invariavelmente ao solo.

Oportunidades – Quando Uke recua, transferindo o peso do corpo para a perna que está atrás, ou quando avança uma perna, imediatamente antes do pé avançado tocar o solo. Se o peso dele estiver sobre a perna a ser atacada, será muito difícil derrubá-lo. Chama-se, também, ashi-harai ou de-ashi-barai.

Descrição – Um instante antes de Uke tocar o chão com o pé direito avançado, Tori calça seu tornozelo e calcanhar com a planta do pé esquerdo, ao mesmo tempo que puxa a manga direita dele em direção ao seu próprio quadril. A mão direita de Tori faz um movimento circular, empurrando Uke para trás. A queda não é muito forte, mas permite que Tori continue o ataque com o joelho no abdome e estrangulamento, por exemplo. O ashi-barai é uma projeção que deve ser treinada tanto à direita como à esquerda de Uke
Deve ser evitado o “chute-barai” , que é uma pezada no calcanhar de Uke. Um detalhe importante: os dedos do pé de Tori devem estar bem dobrados, como uma garra.

Encadeamentos – Um ashi-barai que falha pode ser transformado em sasae-tsurikomi-ashi com sutemi, quando Tori muda a direção da puxada e atira-se ao solo, arrastando Uke consigo. Executar uma montada não é muito difícil nestas condições. Tori também pode encadear um yoko-gake (n5), que é a seqüência mais lógica e natural do ashi-barai.

APRENDA: Ashi-barai

Advertência:

A sessão aprenda é aqui apresentada apenas como um meio de facilitar a memorização e o aprendizado do Jiu-jitsu. As técnicas e procedimentos nela contida e descrita são essencialmente letais. O leitor, seu companheiro ou adversário podem ferir-se de modo sério ou fatal se utilizarem qualquer uma delas em treinamento sem acompanhamento de um mestre, professor ou instrutor capacitado. Nesse caso, a Equipe da Academia Arataba de Jiu-Jitsu não se responsabiliza por qualquer evento daí decorrente.

O uso de uma ou mais técnicas contidas nesta sessão é considerado ilegal por leis municipais, estaduais ou federais de diversos países. A Equipe da Academia Arataba de Jiu-Jitsu não faz representação alguma para justificar o uso de qualquer técnica contida nesta sessão ou de sua eficácia em quaisquer circunstâncias.

2017-02-05T11:00:33+00:00

Leave A Comment